Festa Cristã Relacionada a Páscoa

Pessach é o nome dado à páscoa judaica.
Apesar de discutível a origem da palavra que denomina a data, esta recorda e
comemora a libertação e saída do povo hebreu do Egito, onde era aprisionado
pelo faraó, por volta de 1250 a.C. A origem dessa celebração remete ao envio
das Dez Pragas sob o povo egípcio.
Segundo passagens do livro do Êxodo, a Décima Praga
significou a morte dos primogênitos das casas do Egito, no entanto foram
poupados os lares israelitas por haverem sido instruídos por Moisés a
sacrificar um cordeiro para cada casa e passar seu sangue na porta da frente.
Era a vontade de Deus a liberdade de seu povo, a quem Moisés, através da
abertura do Mar Vermelho, conduziria a caminho da Terra Prometida.
A data representa, para os judeus, a vida prevalecendo à
morte, a preservação de seu povo. A comemoração caracteriza-se por uma festa
familiar, onde é feito um jantar composto por alimentos que fazem parte da
cultura judaica. É feita uma limpeza nas casas no dia anterior à festa para a
retirada do que é prejudicial aos princípios judaicos. E, durante a celebração,
os adultos costumam ensinar o “Torah” aos mais jovens e, com isso, propagando
suas crenças para as gerações posteriores.
A festa cristã tem seu nome derivado da festa judaica, no
entanto celebra um acontecimento que data séculos depois: a ressurreição de
Cristo. Tida como a mais importante e antiga celebração cristã, é pautada por
troca de presentes entre entes queridos e possui, como símbolos mais comuns, coelhos
e ovos de páscoa
que representam, respectivamente, a reprodução e preservação da vida. Estes
últimos se tornam extremamente populares durante esta data devido à cultura de
fazê-los de chocolate e também por serem abundantes no comércio, tanto em
quantidade quanto em diversidade.
De formas distintas, tanto o Cristianismo quanto o Judaísmo
têm esta data comemorativa como significativa, pois os acontecimentos que
recordam foram essenciais para a construção de suas identidades religiosas e
para a afirmação de suas crenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *